sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Indian Chief Classic, uma clássica americana de 1.800 cilindradas

Moto une a tradição da marca com os caprichos da modernidade, como o sistema de partida sem chave, cruise control e acelerador eletrônico




Motocicleta de entrada da família Chief, a Indian Classic impressiona por seu porte avantajado, estilo retrô e motorização. Lançada no Brasil no final do ano passado, e produzida em regime de CKD, em Manaus (AM), ela vem para disputar mercado com modelos da concorrente, a também americana Harley-Davidson.

Poderosa e estilosa. Estes dois adjetivos dão uma ideia do que é essa máquina. Poderosa porque você está sobre duas rodas impulsionadas por um motor de 1.800 cilindradas. Não é pouca coisa. Estilosa porque seu estilo retrô e porte são únicos.

O segredo da Classic vem da década de 1940 do século passado, quando ela surgiu nas oficinas da Indian, primeira fabricante americana de motocicletas. De lá para cá, muita coisa aconteceu e por um bom tempo toda linha Indian deixou de ser fabricada, até que em 2011 a Polaris Industries adquiriu os direitos sobre a Indian Motorcycle, e relançou o modelo, mas preservando a importância da marca para o mundo de duas rodas. E o que se vê hoje é uma potente cruiser unindo modernidade e tradição.


Em termos de design, é clara a herança histórica da Indian neste modelo. Repare nos para-lamas dianteiros e traseiros, com linhas arredondadas que cobrem quase toda a roda. No para-lama dianteiro está uma das marcas nas Indian do século passado, o “War Bonnet” (o rosto de um índio americano com cocar), agora com iluminação LED. Os cabos elétricos passam pelo interior do guidão deixando o visual da motocicleta mais limpo e bonito.

A quase totalidade dos componentes mecânicos e suspensão tem acabamento cromado, com destaque para as tampas laterais do motor e para o conjunto formado pelas pedaleiras, do tipo plataforma, e os comandos de pedal de freio e câmbio. A carenagem do farol dianteiro, toda cromada, é enorme e chama a atenção pela sua elegância.  


Painel


Lembranças que remetem ao passado mas que estão amparadas por alta tecnologia e segurança para o piloto, como o sistema de partida sem chave, freios ABS, chassis em alumínio forjado, entre outros detalhes, e o acelerador eletrônico, que permitiu a adição do sistema de controle de velocidade. Testei em um trecho de 20 quilômetros e foi perfeito. Como o limite na via era de 100km/h, programei para andar a 95km/h e assim ela foi, em sexta marcha, mantendo a mesma velocidade nas retas, pequenas subidas e descidas. Muito bom. Para desativar, basta um toque no freio, acelerador ou embreagem.

O painel de instrumentação, redondo, também cromado, vem instalado no tanque de combustível e está equipado com velocímetro analógico e mostrador digital no centro, onde são apresentados o duplo indicador de quilometragem; conta-giros digital; indicador de temperatura ambiente; de combustível; de consumo médio; de marcha, voltímetro e relógio.

Outra modernidade da Chief Classic é o keyless (sistema com sensor de presença) que permite dar a partida na motocicleta sem utilização de chave, basta se aproximar da moto e apertar um botão no painel. Muito prático e seguro.






Motor
No começo do texto falei sobre o motorzão da Classic. É o V Twin Thunder Stroke 111 que equipa toda a linha Chief. O número 111 corresponde ao tamanho em polegadas cúbicas do motor; nada menos que 1.811cc, que geram 161,6 N.m. a 3.000 rpm. A potência não é fornecida pela fabricante.

Obviamente, uma das características mais marcante do 111 Thunder Stroke é a sensação de força disponível em todas faixas de giro. Basta enrolar o cabo que ela vai descarregando a potência, mas, a seu tempo. Quem espera uma grande vibração, pode tirar o cavalinho da chuva. A média de consumo ficou entre 16 e 18km/l na avaliação, nada mau para o motorzão.

O câmbio de seis marchas e a transmissão secundária por correia garantem um funcionamento com baixo nível de ruído e pouca manutenção. O charme da Classic é salientado pelos dois canos de escapamento, cromados, que liberam um ronco grave e convidativo a acelerar cada vez mais.



 Outro diferencial da Indian Classic é o seu chassi em alumínio forjado, que permite fazer curvas com boa inclinação e mantê-la firme na estrada. A sensação de deitar em curvas com ela é divertida, já na estrada é interessante colocar um para-brisa, pois acima de 140km/h o vento é segurado literalmente no peito, o que obriga o piloto a agarrar firme no guidão.



Com 2,63 metros de comprimento e 357 quilos (o tanque leva 20,8 litros), a Chief Classic impressiona pelo porte. Com tamanhas proporções, o piloto deve manter sempre o ponto de equilíbrio, caso contrário vai precisar de muita ajuda para tirá-la do chão. Por outro lado, os 66 centímetros de altura do assento para o solo facilitam as manobras, se bem que seu ângulo de esterção não é dos menores.

Suspensão e Freios
A suspensão robusta - na dianteira com tubos de 46mm e amortecedores de dupla mola com curso de 116mm e na traseira, com mono amortecedor da marca Fox Racing - absorve muito bem as irregularidades da pista, tornando o passeio bastante confortável. Os pneus de grosso calibre (medida 180/65-16 na traseira), reforçam este conforto. Para segurar este bólido de 357 quilos, a Indian equipou a Classic com potentes freios ABS.

Falando em conforto, o assento em couro é bastante agradável, mas se quiser levar um garupa vai ter que comprar separado, pois ela vem de fábrica somente com o do piloto. 

Por fim, a Indian Chief Classic é uma moto divertida de pilotar, estilosa e potente. Uma verdadeira clássica que retorna com o que há de melhor em modernidade e segurança para o piloto. 

Ela é comercializada nas cores Preto (Thunder Black) e Vermelho (Indian Motorcycle Red) ao preço sugerido de R$ 79.990,00. Bom passeio.


Texto de Jorge Massarolo

Fotos de Leandro Ferreira e Chris Cardoso



domingo, 11 de setembro de 2016

BMW F 700 GS chegará ao Brasil com produção nacional



-  Big trail será produzida na nova fábrica do BMW Group em Manaus (AM);
-  Modelo inédito no mercado brasileiro faz sua estreia em campanha de pré-venda, com preço especial de R$ 39.950,00.
A nova BMW F 700 GS



Os clientes BMW Motorrad e entusiastas da marca passam a contar com uma nova opção para aqueles que buscam ingressasr no segmento de motocicletas big trail premium. A montadora lança em novembro no mercado nacional a BMW F 700 GS, um produto que vinha gerando grande expectativa entre os consumidores brasileiros e faz sua estreia no portfólio da BMW Motorrad no País por meio de uma ampla campanha de pré-venda. Os interessados poderão acessar e se cadastrar no hotsite exclusivo para este novo modelo: www.bmwmotorrad.net.br/F700GS.

A nova GS da Série F estará disponível nas concessionárias em novembro, com preço especial de R$ 39.950,00. Ela também faz parte da gama de modelos a ser produzida na nova fábrica da BMW Motorrad em Manaus (AM) e que agregará outras nove motocicletas: F 800 GS, F 800 GS Adventure, F 800 R, R 1200 GS, R 1200 GS Adventure, S 1000 R, S 1000 RR e S 1000 XR, além da inédita BMW G 310 R.



“Os inúmeros atributos da BMW F 700 GS já são conhecidos internacionalmente: uma condução prazerosa, proporcionada por uma moto de fácil maneabilidade e segura em qualquer tipo de terreno, e que dispõe de potência apropriada tanto para o uso diário quanto para longas viagens. Por despertar o entusiasmo entre os amantes do motociclismo e da marca BMW Motorrad há bastante tempo lá fora, resolvemos trazer esta moto para o Brasil com o objetivo de reforçar nossa presença no segmento premium de duas rodas no País”, explica Federico Álvarez, diretor da BMW Motorrad Brasil.



Ideal para quem busca, em uma única moto, versatilidade no asfalto, alta tecnologia e, ainda, alta competência off-road, a nova BMW F 700 GS se adequa perfeitamente às necessidades do cliente, principalmente graças à dirigibilidade e uso misto, dentro e fora da cidade. Para uma melhor ergonomia e conforto no uso cotidiano, a big trail vem com altura do banco menor em relação ao solo (820 milímetros) – ligeiramente mais baixa em relação à BMW F 800 GS.

Ainda que seja o modelo de entrada do portfólio, a nova BMW F 700 GS agrega atributos de motocicletas de categorias superiores, trazendo uma experiência premium aos clientes recém-chegados à marca. Além de design moderno, ela compartilha, por exemplo, o já consagrado motor de dois cilindros e oito válvulas com duplo comando, 798 cc, a gasolina, com refrigeração líquida, que equipa a BMW F 800 GS, e se destaca por sua confiabilidade e durabilidade. 

Este motor, que cativa, principalmente, pelas rápidas respostas associadas a uma impressionante capacidade de retomada de velocidade e baixo consumo, conta com sistema de injeção de combustível combinado a uma caixa de transmissão de seis marchas. A potência, no caso da nova big trail, é de 75 cv (a 7.300 rpm), com torque máximo de 77 Nm (disponíveis a 5.300 rpm). O pacote de itens de segurança incorpora sistema de freios com tecnologia BMW Motorrad ABS, com disco duplo de 300 mm, na dianteira, e disco de 265 mm, na traseira.

A lista de itens de série é vasta e ressalta as qualidades da moto. Entre os equipamentos inclusos destacam-se ajustes de compressão da mola traseira, de retorno do amortecedor traseiro, dos manetes de freio e embreagem, amortecimento variável auxiliar, balança de alumínio dupla, lentes das luzes indicadoras de direção escurecidas, lanterna traseira em LED, sensor de cavalete lateral e tomada 12V.


A nova BMW F 700 GS faz sua estreia no mercado nacional, em campanha de pré-venda, com pacote Premium, disponível nas cores cinza metálico e laranja, e equipada com manoplas aquecidas e protetores de mãos, controle de pressão dos pneus (RDC), computador de bordo, controle de tração (ASC), luzes indicadoras de direção em LED e cavalete central.

Para mais informações sobre a BMW Motorrad Brasil acesse: 


Sobre o BMW Group 
Com suas marcas BMW, MINI e Rolls-Royce, o BMW Group é o fabricante líder mundial de automóveis e motocicletas premium, além de oferecer serviços financeiros e de mobilidade diferenciados. Como uma empresa global, o BMW Group opera 31 instalações de produção e montagem em 14 países e comercializa seus produtos em mais de 140 nações. 

Em 2015, o BMW Group vendeu cerca de 2.247 milhões de automóveis e 137.000 motocicletas em todo o mundo. O lucro antes dos impostos para o ano contábil de 2015 foi de 9,22 bilhões de euros, sobre uma receita de 92,18 bilhões de euros. Em 31 de dezembro de 2015, o BMW Group contava com 122.244 colaboradores. 


O sucesso do BMW Group sempre foi construído com base no pensamento de longo prazo e ação responsável. Assim, a empresa estabeleceu sustentabilidade em toda a sua cadeia de valor, responsabilidade total pelos seus produtos e comprometimento claro com a conservação dos recursos como partes integrantes da sua estratégia




Fonte -  Comunicação Corporativa BMW Group Brasil 

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Evento motociclístico em todo o planeta arrecada fundos para combater o câncer de próstata


“Distinguished Gentleman’s Ride” será realizado no dia 25 de setembro 
em mais de 500 cidades no mundo, sendo 10 no Brasil

  
 
Em 2016, a Triumph Motorcycles novamente incentiva os pilotos a vestirem um traje elegante e sair às ruas montados em motocicletas clássicas, demonstrando seu apoio ao evento “Distinguished Gentleman’s Ride” (“DGR”). É o terceiro ano consecutivo que a fabricante inglesa é patrocinadora global desta ação, que vai acontecer no dia 25 de setembro, domingo, em mais de 500 cidades de 90 países, reunindo perto de 50 mil motociclistas. Criado em 2012, o “DGR” é o único evento motociclístico de caridade deste tipo no mundo: uma celebração da arte de estar elegante e também do estilo inconfundível das motocicletas clássicas customizadas que busca angariar fundos para combater o câncer de próstata.

Na edição do ano passado, mais de 37 mil damas e cavalheiros, elegantemente vestidos, em mais de 410 cidades espalhadas pelo planeta, arrecadaram mais de US$ 2,3 milhões para a pesquisa do câncer de próstata. E fizeram isso de maneira divertida, pilotando suas motocicletas café racersbobbersscramblers e outros modelos clássicos. 

Em 2016, pela primeira vez, o “DGR” escolheu a Movember Foundation como sua parceira de caridade oficial e definiu uma meta de arrecadação de US$ 5 milhões a serem investidos pela Fundação em programas globais de pesquisa do câncer de próstata e prevenção ao suicídio. “Estamos entusiasmados com os resultados obtidos nos últimos quatro anos. É fantástico ver tantos países e culturas diferentes unidos para oferecer o apoio necessário para os programas de pesquisa de câncer de próstata e prevenção ao suicídio. Juntamente com a sinergia e o genuíno suporte de marcas de classe mundial, como a Triumph Motorcycles, e com organizações apaixonadas, como a Movember, juntos podemos fazer o que estiver ao nosso alcance para apoiar a causa e cobrir o planeta com damas e cavalheiros incrivelmente bem-vestidos”, afirma Mark Hawwa, criador da iniciativa.

Mark fundou o “Distinguished Gentleman’s Ride” após se inspirar em uma foto do personagem Don Draper, de Mad Men, montado em uma moto clássica vestindo o seu melhor terno. Foi decidido que um passeio temático seria um ótimo modo de combater o estereótipo frequentemente negativo associado a homens em motocicletas, ao mesmo tempo conectando as comunidades de motociclistas deste segmento clássico. O primeiro evento reuniu mais de 2.500 pilotos em 64 cidades. 

O sucesso do encontro estimulou Mark a considerar como ele poderia ser usado para apoiar uma causa digna. No Brasil, o evento vai acontecer em 10 cidades: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cascavel (PR), Chapecó (PR), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Londrina (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). 

Para mais informações ou se inscrever como parte desta história da pilotagem cavalheiresca, acesse o endereço www.gentlemansride.com. Embora o foco do “DGR” seja receber donativos para contribuir com a cura do câncer de próstata, as doações não são obrigatórias para quem deseja participar do passeio.

domingo, 28 de agosto de 2016

Triumph Street Twin, a renovação da clássica britânica




 À primeira vista ela evoca nostalgia. E não poderia deixar de ser. A Triumph Street Twin, com seu estilo que remete aos anos 1960, é agora a moderna motocicleta de entrada da nova linha Bonneville lançada no Brasil em abril. Família que é formada por cinco modelos - Street Twin, T120, T120 Black, e as lendárias Thruxton e Thruxton R - cada um com o respectivo carisma e estilo. E todas com funcionalidades modernas, incluindo o acelerador eletrônico (ride-by-wire) e refrigeração líquida para redução do consumo de combustível, principalmente na Street Twin. 

Sucessora da T-100, e inspirada no cenário new wave de customização, a Street Twin leva a linhagem Bonneville ao século 21 sem perder sua personalidade icônica. Pelo contrário, ganhou mais. O modelo vem equipado com o novo motor bicilíndrico, como manda a tradição inglesa, de 900cc HT (hi-torque) com 55cv de potência (a 5.900 rpm), oito válvulas e torque máximo de 8 kgf.m a 3.200 rpm – o que representa 18% acima do modelo anterior. Segundo a montadora inglesa, como a proposta é mais urbana, ela privilegia as baixas rotações, mas a entrega de potência é linear e suave através da transmissão de cinco marchas, desde a mais baixa rotação. 

À primeira vista não parece que seu pequeno porte carrega um motor de 900 cilindradas de alto torque. E este é um dos segredos que a tornam uma motocicleta divertida e agradável de pilotar. Ela circula com desenvoltura no trânsito caótico e tem torque suficiente para poderosas arrancadas. Aliás, engana-se quem pensa que seus 55cv de potência são pouca coisa. É energia pura transmitida para a roda traseira, o que faz pegar leve no acelerador. Por isso, ela vem com controle de tração, que pode ser desligado. Da mesma forma, as reduções bruscas de marcha exigem cuidado, pois o forte despejo de torque obriga o pneu traseiro a cantar no asfalto. 

Outra vantagem é o banco baixo (750 milímetros) em relação ao solo, o que faz os “baixinhos” se sentirem poderosos dominando tamanha cavalaria. Os grandalhões também não se sentirão incomodados, pois os joelhos se acomodam confortavelmente nas curvas do tanque de gasolina, que comporta 12 litros. Aliás, economia é outro forte. A Street Twin faz tranquilamente 22 km com um litro de gasolina. 



Rodei cerca de 400 quilômetros na cidade e em estradas da região e não cansei. Pelo contrário, o ronco que sai do escapamento é cativante e pede para continuar acelerando estrada afora, sem destino. Ou com destino. Por falar nisso, o sistema de escape é formado por dois tubos em aço inoxidável escovado, que oferecem um visual clássico e um ronco inconfundível.



Estilo

O estilo da Street Twin é mais urbano, mas ela se comporta muito bem na estrada, mantém uma velocidade de cruzeiro alta e uma posição de pilotagem confortável. O banco macio ajuda bastante. A suspensão - com garfo telescópico KYB na dianteira e sistema bichoque na traseira – ambos com 120 mm de curso -, é um pouco dura, o que garante boa estabilidade, mas faz o passageiro “sambar” na garupa em pista irregular. O câmbio de cinco marchas resolve muito bem a motorização. Quanto aos freios ABS, tive a sensação de que poderiam ter uma pegada um pouquinho mais forte.


O acionamento dos comandos é fácil, até porque não são muitos. Como toda clássica, a Street Twin mantém um estilo “limpo”. O painel é redondo, centralizado e de fácil leitura. Ela vem equipada com computador de bordo que traz, entre outros deleites, indicador de marchas, autonomia, relógio, consumo instantâneo etc. Um único botão abre todas as funções no pequeno painel digital, que é cercado pelo velocímetro analógico.



Discreta pelo que oferece

São de série itens como luz traseira em LED, entrada USB abaixo do assento, imobilizador do motor e rodas fundidas com 10 raios e acabamento em preto. Também podem ser adicionadas manoplas aquecidas, monitoramento da pressão dos pneus e controle de velocidade de cruzeiro. 

A Street Twin é uma moto rápida, de fácil condução, e apesar de sua potência bruta, encara o trânsito urbano como se fosse uma “CG”. Não é escandalosa pelo tanto que oferece e traz o charme britânico. É uma moto perfeita para quem busca um estilo retrô, hoje bastante em voga, sem perder a modernidade e um motor potente. Bom divertimento.



Feita para ser estilizada




A Street Twin foi concebida tendo em mente o espírito de personalização. Para isso, foram desenvolvidos mais de 150 acessórios além de dois kits que servem de ponto de partida para a customização: o urbano Kit Brat Tracker e o casual esportivo Kit Urban. Isso inclui, por exemplo, desde os escapes Vance & Hines, a assentos corridos e indicadores de direção coniformes. O modelo está disponível por R$ 36.500,00, em quatro cores: vermelha (Cranberry Red, com frisos no tanque e nas rodas), prata (Aluminium Silver, com frisos no tanque e nas rodas), preto brilhante (Jet Black) e preto fosco (Matt Black). 


Texto: Jorge Massarolo
Fotos: Elcio Alves

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Alpinestars lança coleção de vestuário off road 2017




A Alpinestars antecipa a chegada da coleção de vestuário Off Road 2017 e faz o lançamento ainda em agosto. Sua distribuidora no Brasil, a Star Racer, anunciou nessa semana à rede de revendedores, o lançamento da Coleção.

A partir dessa semana, as lojas já receberão os conjuntos que este ano, além dos novos grafismos, trazem também a novidade dos conjuntos infantis e uma grande evolução no desenvolvimento das peças que agregam novos tecidos com tecnologia de estiramento em várias direções, para proporcionar o máximo de conforto e mobilidade sobre a moto.
A coleção está com um visual agressivo, atraente e preços interessantes dentre as marcas internacionais.




quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Veteran Motorcycle Rock espera reunir 40 mil pessoas em Sumaré


Confira todas as atrações do Veteran Motorcycle Rock, 
que será realizado no Paraíso das Águas em Sumaré, interior 
de São Paulo, entre os dias 15 e 18 de setembro





Sumaré, cidade localizada na região metropolitana de Campinas (SP), irá sediar o Veteran Motorcycle Rock, um evento de música, entretenimento e encontro de motociclistas que espera receber mais de 40 mil pessoas nos quatro dias de atrações, de 15 a 18 de setembro.

O local escolhido para abrigar a edição 2016 é o parque aquático Paraíso das Águas. O ambiente com mais de 260 mil metros quadrados será adaptado para receber os visitantes e contará, entre outros, com um palco de 14 metros de largura com painel de LED, onde se apresentarão diversas bandas cover como Gun’s and Roses, Queen, Kiss e Elvis Presley.

Além dos shows, o evento contará com um espaço dedicado aos expositores. Destaque fica para as revendas de motocicletas que apresentarão modelos de diversas marcas. O espaço também irá receber lojas de assessórios, camisetas, bijuterias e produtos de decoração temáticos. Os fãs dos veículos de rodas também terão a oportunidade de ver de perto uma exposição com mais de cem modelos clássicos, alguns deles exclusivos no Brasil, pertencentes aos associados do Veteran Motorcycle.

E para completar, o evento abrigará uma Praça de Alimentação com cardápio diversificado, além de Food Trucks que irão oferecer lanches mais sofisticados. O Veteran Motorcycle Rock conta com a parceria da Prefeitura de Sumaré, através das secretarias de Turismo e Eventos e Meio Ambiente e tem a realização da GPS Eventos e MKT do Motorcycle Rock Limeira.

Ingressos e estacionamento:
Quinta- Feira - 15/09 - ENTRADA GRATUITA
Pacote para os dias: 16, 17, 18 - R$ 15 (quinze reais)
Ingresso para um dia de evento: R$ 10 (dez reais)
Estacionacionamento GRATUITO para motocicletas
Estacionamento para carros: R$ 20 (vinte reais)


Horário de abertura dos portões:
Dias 15 e 16/09 - 18h até 1h da manhã
Dia: 17/09 - sábado - 12h até 1h da manhã
Dia 18/09 - domingo - 10h até 20h 

Programação de shows: 
Quinta (15): bandas cover de O Rappa e Charlie Brow Jr.;
Sexta (16): bandas cover de Gun’s and Roses e AC/DC;
Sábado (17): bandas cover de Creedence, Raul Seixas, Queen, Ozzy Osbourne e Kiss;
Domingo (18): bandas cover de Elvis Presley, Legião Urbana e Classic Rocks. 

Parque Aquático Paraiso das Águas:  Rua Angelo Ongaro, 1700 - Casarão - Sumaré - interior de São Paulo
Curta a página do Veteran Motorcycle Rock no FACEBOOK
Acesse o vídeo oficial do evento no YOUTUBE